sábado, 31 de janeiro de 2015

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO


SEGURANÇA EM PRIMEIRO LUGAR


POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO


PROCESSO DE BLINDAGEM


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


LATINO AMÉRICA EDUCACIONAL


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


BLINDAGEM ARQUITETÔNICA É TENDÊNCIA DE MERCADO PARA CONTER VIOLÊNCIA


SEGURANÇA EM CONDOMÍNIOS


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

SEGURANÇA DO CONDOMÍNIO MERECE ATENÇÃO !


Condomínio, do latim “condominium” significa direito de propriedade exercido em comum, em conjunto com outros proprietários e caso pesquisemos na internet sobre “segurança em condomínios” encontraremos milhares de referências, entretanto quando resolvemos pensar tecnicamente neste tema encontramos muitas dificuldades, pois este setor está contaminado pelo despreparo, amadorismo, corrupção e antiprofissionalismo.

Os condomínios podem ser horizontais, verticais, comerciais, residenciais e mistos, e pelas últimas notícias continuam sendo atrativo para quadrilhas especializadas em todas as cidades do Brasil. As perdas patrimoniais são muitas, às vezes cobertas por seguros particulares, e em muitos casos temos as perdas das vidas de inocentes que arrebentam as famílias, os riscos não são identificados, analisados,avaliados e tratados. 

Todas as entidades que administram esta categoria de empreendimento indicam que o administrador, o síndico, síndico profissional ou mesmo o zelador sejam assessorados por um especialista em segurança para a gestão do “Projeto de Segurança do Condomínio”.Temos observado em muitos anos de experiência que desde o processo de escolha da Consultoria de Segurança há um jogo de interesses muito grande, pois a Comissão de Segurança, que é eleita, em muitos casos não conhece do assunto , tratando de forma policialesca e individual , em vez de tratar o tema de forma preventiva e coletiva. 

Como escolher a Consultoria, ou o Especialista em Segurança ? Geralmente este tipo de investimento em proteção abre o processo de  Carta Convite ou  Tomada de Preços e são analisadas no mínimo três propostas,  com a documentação da empresa , assim como o portfólio dos consultores devem ser checados. Em minha opinião desde a construção e escolha da administradora, um especialista de segurança deveria acompanhar o Projeto, pois em muitos casos, a segurança não é privilegiada e temos vulnerabilidades que surgem do projeto, esta matéria é estudada em CPTED onde podemos aliar a arquitetura para iniciar e aumentar  a proteção dos moradores. Escolhida a Consultoria temos uma questão  muitas vezes esquecida – Minuta de Contrato  - e o  fechamento do negócio. Neste ponto temos que ser minuciosos, pois os consultores e especialistas esquecem-se de prever multas por rescisões, que muitas vezes são de cunho sentimental e não técnicas. 

O contrato é instrumento importante, pois todas as etapas devem ser previstas, apresentação de propostas técnicas e comerciais após vistoria técnica, memorial fotográfico confidencial, minuta de contrato, contrato, análise de cenários, e diagnóstico de segurança. Existem normas e conformidades de ARE, qualidade e segurança do trabalho que devem ser seguidas para uma análise de riscos minuciosa e criteriosa e elaboração do plano de ação. Na minha empresa orientamos os Síndicos a contratarem uma empresa especializada para a Gestão do Projeto de Segurança e entramos novamente no circuito de negócios para ganhar mais esta concorrência.

Em nossos estudos verificamos que os empreendimentos não possuem provisões para Projetos de Segurança e após a realização do Plano de Ação o esforço de implementação é lento e muitas vezes nulo, portanto o consultor de segurança e sua empresa devem prever o prazo  para a realização das obras necessárias em EAP de Projeto, e caso aconteça uma ocorrência por negligência da Comissão , buscar meios judiciais de defesa. A segurança em condomínios precisa de profissionalismo, seguir a ISO 31000 e a ISO 31010 e seus gestores estudarem e pesquisarem as melhores formas de aumentar a proteção. 

Nos planos de ação temos que identificar os riscos de roubos, pequenos furtos, seqüestros, incêndios, responsabilidade civil e outros e preparar o pessoal de segurança orgânico ou contratar empresa especializada, o investimento em sistemas de controle de acesso, sistemas de proteção eletrônica, treinamento de pessoal deve estar no orçamento, pois a concretização de um risco pode trazer graves conseqüências a todos os moradores.A segurança em condomínios é responsabilidade de todos, e todos devem participar das Assembléias,  das Palestras de Consegs e treinamentos de Segurança, para que seja criada uma Cultura de Segurança.

Autor Prof. Ulisses Nascimento, CESTels. 0xx11 3370 3190 e 0xx11 98834 9838

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

BRADO ASSOCIADOS / PROJETOS DE SEGURANÇA


ASSESSORIA E CONSULTORIA DE SEGURANÇA EM SÃO PAULO


FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES DE BLINDADORAS


PROTEÇÃO DA VIDA E DO PATRIMÔNIO


COMPARAÇÃO DE BLINDAGENS


CONCEPT BLINDAGENS


BLINDAGEM DE AUTOMÓVEIS CRESCE NOS GRANDES CENTROS URBANOS


ALAS BRASIL


PLANEJAMENTO DE SEGURANÇA EMPRESARIAL / MÉTODO CIENTÍFICO


WEF 2015


PROFISSIONAL CERTIFICADO ASE



ALAS BRASIL 2015


VEÍCULOS DE DEFESA


MERCADO


BLINDAGEM AUTOMOTIVA E MANUTENÇÃO


ABC BLINDADOS


ABRABLIN


segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

ALAS BRASIL


ANUNCIE AQUI


GUARANI


RESERVA ATIVA


GUARANI


DUPLA PROTEÇÃO


BLINDADOS POPULARES


CISNES NEGROS


SEGURANÇA


DIVISÃO DE CONSULTORIA DE BLINDAGENS DA BRADO ASSOCIADOS


BUSCAMOS PATROCINADORES E INVESTIDORES PARA NOSSOS PROJETOS


FELIZ 2015


BILHETERIAS BLINDADAS