domingo, 21 de julho de 2013

BLINDAGEM DE VEÍCULOS BATE RECORD

Blindagem de veículos bateu recorde no ano passado

No início do mês, dois casos de assalto nos quais vítimas foram abordadas em seus veículos em rodovias da região e levadas pelos ladrões fez soar o alerta para os crimes que ocorrem no trânsito. Em uma das ocorrências, um grande executivo de Itapira que estava em um carro blindado dirigido por um motorista foi uma das vítimas. O motorista do veículo preferiu colaborar com as ordens dos ladrões, e não arriscar, colocando à prova a segurança do blindado.
De acordo com levantamento feito pela Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), 8.384 veículos foram blindados em 2012, um crescimento de 2,7% na comparação com 2011. A amostragem levou em consideração 32 empresas que prestam este tipo de serviço e que são associadas à entidade, sendo que elas representam cerca de 75% da produção de veículos blindados no Brasil.
O estudo aponta ainda os estados que mais utilizam o serviço de proteção balística, e em primeiro lugar se destacou São Paulo, que concentra 72% dos pedidos de veículos blindados de 2012. No ano passado, o estado teve 6% de aumento na taxa de roubos e furtos de automóveis, em comparação com 2011.
Em seguida vem o Rio de Janeiro, com 8%, Pernambuco (6%), Ceará e Bahia (2% cada). Os 10% restantes do universo blindado estão distribuídos entre Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Entre os clientes das empresas de blindagem, a maioria é de homens, que representaram no ano passado 57,5% da procura pelo serviço contra 42,5% das mulheres. Ainda que elas sejam a minoria, houve crescimento em relação a 2011, quando 35% das mulheres adquiriram a blindagem para os veículos.
Em relação a profissão dos clientes das empresas blindadoras, quase 80% são de empresários e executivos, seguido por cantores e artistas, que representam 10% do montante.

Sobre homens e mulheres, a taxa de compra de blindagem em 2012 foi maior entre pessoas de 30 a 60 anos, sendo que dentro desta faixa, os homens de 30 a 39 anos procuraram mais o serviço, e no caso das mulheres, a idade da maioria das clientes era de 40 a 49 anos.
Veículos
O estudo aponta ainda que veículos de modelo SUV (que unem características de automóveis de passeio com os off-road) foram os mais escolhidos para passarem pelo processo de blindagem. O VW/Tiguan, que figurou no primeiro semestre de 2012 como o segundo mais blindado, fechou o ano em primeiro lugar.
Já o tipo da proteção mais pedida no ano passado, foi a de nível III-A, que suporta até tiros de submetralhadoras (pistolas) 9mm e revólveres .44 Magnum, e o custo médio para se blindar um veículo nesse nível em 2012 foi de R$ 47.300,00.
FONTE O POPULAR DIGITAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário